Parece impossível? Não com o babywearing | PortBaby

Parece impossível? Não com o babywearing

Publicado: 27/09/2019

Você já sentiu desejo ou necessidade de algo que parecia impossível de se realizar com um bebê nos braços? Esse sentimento é muito comum, principalmente para novos pais e mães. Mas eu vim aqui pra te dar uma ótima notícia: com o babywearing, você pode muito mais!

Viajar sozinha com um bebê de colo, sem carrinho, com conexão em aeroportos e mala para despachar e retirar da esteira de bagagens. Curtir um passeio de buggy nas dunas de Natal (no Rio Grande do Norte). Enfrentar um shopping lotado na véspera do Natal com uma criança começando a andar. Passear pelas ruas de Buenos Aires em dia de manifestação. Sair para jantar em um pub à meia luz, bem na hora do filho dormir. Fazer as compras do mês sem nenhum auxílio e duas crianças para cuidar. Trocar a fralda da mais velha enquanto o caçula recém nascido está dormindo no colo. Preparar o almoço da família com o bebê em pleno salto de desenvolvimento, quando ele só pára de chorar estando no meu colo.


Todas as situações que eu relatei acima, eu mesma vivi. E senti na pele: com a ajuda de um carregador de bebê, elas se tornaram muito mais fáceis! Em algumas delas, inclusive, sem um portabebê por perto eu teria aberto mão daquela experiência. 


E você? Já viveu alguma situação assim? Conta pra gente!

.

.

.

Por Lilian Wiczneski

Oi! Meu nome é Lilian, sou jornalista por formação, mãe por vocação e assessora de babywearing por paixão.

Minha filha mais (Helena) nasceu em setembro de 2015, e foi com ela que descobri no wrap meu melhor amigo. Com a chegada do Felipe, em 2018, o carregar tornou-se uma necessidade diária: com ele posso dar o que meus dois filhos precisam (colo, proximidade, aconchego) enquanto tenho os braços livres para atender outras demandas - inclusive deles mesmos.

Hoje produzo conteúdo nas redes sociais da Amor de Colo (@amordecolo) e atuo como assessora e revendedora em Curitiba / PR.

Voltar