Dicas para o sling de argolas | PortBaby

Dicas para o sling de argolas

Publicado: 12/12/2019

Carregar no colo é uma delícia - e com a ajuda de um portabebê bem ajustado, fica melhor ainda. Um dos modelos mais conhecidos é o sling de argolas - e com as nossas dicas, a gente garante: vai ser sucesso!

O sling de argolas é um portabebê compacto - cerca de 2 metros de tecido com um par de argolas próprias para o babywearing costuradas em uma das pontas. Pode ser utilizado tanto com recém nascidos quanto com crianças maiores, porque se molda perfeitamente ao corpo do bebê. E a primeira dica é para o momento da compra: prefira produtos com argolas em alumínio anodizado ou nylon injetado, sem emendas ou ranhuras. Assim você garante a integridade do tecido e a segurança ao carregar seu bebê.

A segunda dica para o sling de argolas é sobre o posicionamento do bebê. Independente da idade, a recomendação é: bebê na vertical, com pés para fora do tecido, pernas em M, coluna arredondada e tecido bem ajustado em toda a largura. O assento profundo é um dos grandes facilitadores para o sling de argolas: bem ajustado, mantém o bebê na posição ergonômica e torna o carregar ainda mais confortável.

Bebês novinhos devem ser posicionados bem à frente do adulto, para não forçar a abertura das pernas. Conforme forem se desenvolvendo, você pode lateralizar a amarração - e chegar a colocar a criança que já anda com uma perna na sua frente e outra nas suas costas, te abraçando.

A última dica é para antes mesmo de posicionar o bebê. Tire um tempo para treinar e caprichar na organização do tecido nas argolas! Isso vai facilitar o momento de ajustar o portabebê, garantindo a praticidade desse carregador tão especial.

Tem mais alguma dica para compartilhar com a gente?

.

.

.

Por Lilian Wiczneski

Oi! Meu nome é Lilian, sou jornalista por formação, mãe por vocação e assessora de babywearing por paixão.

Minha filha mais (Helena) nasceu em setembro de 2015, e foi com ela que descobri no wrap meu melhor amigo. Com a chegada do Felipe, em 2018, o carregar tornou-se uma necessidade diária: com ele posso dar o que meus dois filhos precisam (colo, proximidade, aconchego) enquanto tenho os braços livres para atender outras demandas - inclusive deles mesmos.

Hoje produzo conteúdo nas redes sociais da Amor de Colo (@amordecolo) e atuo como assessora e revendedora em Curitiba / PR.

Voltar