A origem do Meh Dai | PortBaby

A origem do Meh Dai

Publicado: 20/03/2020

O Meh Dai é um carregador que costuma gerar curiosidade – parece uma mochila, mas com um design mais orgânico e amarração que lembra o wrap sling. Quem se adapta bem a esse estilo de carregador costuma ouvir perguntas curiosas por aí quando o utiliza e desenvolve até um certo xodó pela sua praticidade e adaptação natural ao tamanho da criança. Mas você sabe onde ele surgiu?

O Meh Dai original veio da China, fabricado em uma estrutura que somava um painel de apoio para o bebê a tecidos longos, criando possibilidade de uma amarração confortável e ajustada. Diferentes culturas asiáticas absorveram essa técnica e até a adaptaram com pequenas modificações através da história, como acontece com quase todo carregador tradicional. É possível encontrar na internet referências a meh dais fabricados em diferentes tecidos e fibras, bordados, pintados e até com temas ritualísticos. Quão especial seria carregar seu bebê em uma relíquia como essa?

Uma curiosidade sobre o nome, vindo do cantonês, é seu significado simples: algo como ´faixa para carregar nas costas´. A variante em mandarim – Beh Dai – tem o mesmo significado e também pode ser considerada correta. Já o termo MeiTai, adatado pela indústria ocidental quando o carregador chegou deste lado do globo, deve ser evitado por não ser respeitoso com a cultura original deste carregador.

Nas tradicionais representações chinesas, é mesmo comum que pmeh dai utilizado nas costas, respeitando desde tempos remotos a posição fisiológica natural para o bebê. Mas isso não significa que você não possa utilizá-lo frontalmente com o mesmo conforto e segurança.

Se interessou por esse carregador tradicional e super prático? Acesse aqui o site da portbaby e confira as opções de cores e modelos de meh dais disponíveis para você e seu bebê.

.

.

.

Por Débora

Débora Camargo, ou Debs, é escritora, mãe de 3 e entusiasta de babywearing. Ela publica suas crônicas sobre maternidade real no @adebsescreve e está preparando o lançamento de seu primeiro livro.

Voltar